Pliniana

A Pliniana é antes de tudo, as suas belas terras, as suas planícies, as suas fileiras de vinhedos, o sol, o clima e a história. A solidez do solo, e o clima mediterrâneo com variações significativas de temperatura entre o dia e a noite, são as condições ideais para o cultivo da videira e da casta Primitivo di Manduria em particular.

Da mesma forma a qual se apropria da bela estação, até o final no mês de março, ao final do inverno, onde a brotação inicia-se, transformando em floração e posteriormente em bagos verdes, que são o primeiro sinal claro da evolução das videiras, momento ao qual se espalha o tapete natural de terra marrom. A influência do próprio clima, levará a uma maturação gradual das uvas, como também a um acúmulo de corantes e aromas frutados naturais, os quais darão uma perfeita estrutura ao vinho.

O vinho Primitivo, um verdadeiro néctar e bebida para os deuses da mitologia, nasceu aqui, nas planícies de Manduria que atinge o mar, antes de se espalhar nos mercados interno e estrangeiro. A DOC Primitivo di Manduria, é fortemente apoiada por empresas locais e por órgãos públicos, garantindo não só a qualidade, mas a singularidade real dos vinhos.

A uva Primitivo é o efeito real das condições ambientais e do clima, em um solo com certas propriedades que o torna adequado para o cultivo da videira, transformando em propriedades organolépticas únicas, o vinho Primitivo di Manduria.

 

Messapo Primitivo del Salento IGP
Juvenis Primitivo di Manduria DOP
Priscus Primitivo di Manduria DOP